Saldo do carnaval: filmes

10.2.16

Não, não estou com glitter até na alma. E não tem nenhuma música de carnaval na minha cabeça, nem estou de ressaca, toda imprestável. Nada contra quem curte o carnaval, mas o meu jeito de curtir a folia é outro. Também faço parte do time dos Unidos do Netflix e Acadêmicos das leituras atrasadas! Seeendo assim, vim contar quais são os filmes que assisti no feriado. Infelizmente não consegui ler tanto quanto gostaria, então eu só terminei um livro que estava em andamento e cheguei na metade de outro (quando terminar esse segundo eu faço um post).



Tão Forte e Tão Perto ★★★★☆

Difícil falar desse filme. Ele é baseado no livro Extremamente Alto & Incrivelmente Perto, de Jonathan Safran Foer (eu só li esse livro dele mas já se tornou um autor favorito). Depois vou falar com calma desse combo livro + filme, mas já adianto que eles tiveram que adaptar um pouco a história, claro, mas conseguiram manter a sensibilidade e a melancolia do filme. Pra quem não conhece, ele que conta a história de um menino super peculiar, que perde o pai no 11 de setembro e parte em uma aventura para desvendar um mistério envolvendo uma chave que ele encontrou nas coisas do pai.



Poltergeist ★★★☆☆

Acreditam que eu nunca tinha visto esse filme? É claro que se eu tivesse assistido quando eu era criança teria tido um outro efeito sobre mim... não é como Goonies, que você pode assistir em qualquer idade que tudo bem, vai continuar sendo fantástico. O filme é de 1982, então os efeitos hoje em dia são considerados bem grotescos e o roteiro não é nada genial (de novo, pra época deve ter sido algo especial). Virou um cult, quase um filme B, mas mesmo assim fico feliz de ter assistido e vou assistir os outros dois da trilogia.



Clube dos cinco ★★★☆☆

Também nunca tinha assistido esse. É divertido ver como todos os cinco cobrem bem os estereótipos dos alunos de colégio ameriano: o bad boy, o esportista, o nerd, a patricinha e a esquisitona. Hoje em dia isso já tá bem batido e eu nunca assistiria um filme assim se tivesse sido lançado em 2016, mas eu adoro esses filmes com aura dos anos 80 porque a trilha sonora nunca me decepciona! Porém, achei o roteiro fraco e a relação entre eles meio forçada, mas pra um filme sessão da tarde, tá ótimo!

||| BÔNUS ||| Arquivo X (1ª temporada) ★★★★★

Gente! Gente, para tudo! O Dayan começou a assistir esse seriado há algumas semanas e eu fiquei toda "ah, nem ferrando vou começar a assistir um seriado com 9 temporadas!", então ele decidiu começar a assistir sozinho. Sempre ficava na sala com ele, no notebook, fazendo meus crochês.... quando eu me vi assistindo e viciada na série! Faltam 3 episódios pra terminar, mas já ganhou 5 estrelas! Que venham mais 8 temporadas!


E foi isso! Queria muito ter visto os filmes do Oscar, mas como ele é só dia 28 dá tempo de fazer uma maratona até lá. E vocês, o que fizeram no carnaval?


Eu fiz meu primeiro amigurumi. E ele se chama Alfredo.

2.2.16

Tricoto há alguns anos, mas foi só no ano passado que resolvi aprender crochê. E foi amor a primeira vista. É mais fácil e dinâmico que o tricô, e se você perde algum ponto não é aquele desespero. Estou sempre aprendendo mais e tem se tornado um vício.

Daí que em algum momento do ano passado resolvi fazer um amigurumi (que são bichinhos de pelúcia/decoração feitos de crochê) e fui atrás de referências, mas achei maioria meio cafoninha, sabe?! Foi quando achei o trabalho da Jen Willians e fiquei apaixonada. A forma do coelhinho era simples, eu achei que era capaz de fazer, então, com a ajuda da minha sogra começamos a pensar como ele poderia ser feito, pois copiamos o coelho de olho, ela não dá a receita (na verdade usamos ele como referência... o meu é bem maior e com algumas diferenças).


Foi um projetinho longo (mais por culpa minha, por ter deixado de lado por várias semanas, do que do trabalho que ele realmente me deu) e o acabamento está bem amador, mas é meu primeiro amigurumi e fiquei bem feliz com ele. :)

Eu estou tão empolgada com o mundo do crochê que estou desenvolvendo algumas novidades, que não posso contar agora, mas já adianto que são coisas lindas! Essas sim serão criações minhas e eu vou vender no Cambada, um projeto que tenho em parceria com o Dayan, e que é minha grande aposta de 2016. Aguardem!!! #expectativas

Nota de esclarecimento: o meu coelho foi copiado por mim e pra mim, sem intenção nenhuma de comercializar. Como nas artes, há uma política rigorosa de plágio entre as criações de crochê e tricô, nunca copiaria pra vender e ganhar dinheiro em cima das criações de outra pessoa.