três coisas que vocês precisam saber sobre meu cabelo curto.

27.12.13
coisa um: ahhh, a liberdade! como é bom amassar o cabelo, jogar ele pra qualquer lado e ele continuar bonito.

coisa dois: estou adorando, mas gostaria que ele crescesse mais uns 2cm logo. principalmente a franja.

coisa três: a minha intenção de cortar o cabelo foi parte de um objetivo que estou trabalhando internamente há algum tempo e resolvi dar o primeiro passo: parar de lutar contra minha própria natureza.            *pausa para o drama*            assim, achei que conseguiria domar a fera com ela em menor comprimento, fui lá e passei a tesoura, e foi a melhor coisa que fiz! com a mudança do comprimento mudou também minha postura.. agora estou wild (hahaha).





acho que tomo mundo deveria cortar o cabelo curto um dia. :)

desabafo de um (muito provável) último post de 2013.

20.12.13


2013 foi um ano que pouca coisa se manteve igual...

de resto, voltei a dançar e pretendo nunca mais parar. mudei de apartamento 2x. adotei dois gatos. engordei 6kg e decidi parar de fazer dieta (e isso não quer dizer que vou parar de tentar ser saudável). assumi meu cabelo in natura (ainda em processo de aprimoramento). fiz uma tattoo com ele. decidi qual vai ser minha especialização profissional. comprei mais livros do que em qualquer ano da minha vida. cortei meu cabelo mais do que nunca e em especial a franja, depois de 7 anos. abri uma loja virtual. conheci o rio de janeiro.. e são paulo também. finalmente comecei a usar saia longa. aprendi a tricotar.... e entrei para o último ano de faculdade.

que venha 2014 com mais mudanças, mas que o que importa continue intacto. 


Apenas.

7.12.13
Away we go, 2009

me aventurando na caligrafia

5.12.13
Pode até parecer fácil, mas... man! como é difícil!




* fazendo em doses homeopáticas esse curso online aqui, da incrível Molly Jacques.

com ou sem?

15.8.13
esse é o resultado de uma atividade que fiz na faculdade essa semana.
gostei do resultado, mas como achei que podia ir além estou pensando em evoluir para um projeto, com ilustrações manuais... ou seja, mais um pra lista de projetos a fazer... rs 
tá fácil a vida, viu?!

pintando pratos

18.7.13
quando decidi me aventurar em pintar pratos eu não tinha nenhuma experiência prévia no suporte. antes tinha brincado apenas com vários papeis e telas. e digital. ainda hoje aprendo a cada prato que pinto, buscando ser cada vez mais profissional no que diz respeito à apresentação do produto final.


hoje funciona assim pra mim: quando tenho uma ideia primeiro fico ruminando ela por alguns dias. quando tenho certeza que já cheguei mais ou menos onde quero conceitualmente eu vou pra internet. ah, a internet. esse mundo mágico onde nada é de ninguém e tudo inspira. o pinterest é minha primeira fonte, onde considero que as coisas tem mais meu estilo e, se procurar nos perfis certos, os trabalhos publicados lá tem muita qualidade. passeio entre o google, meus feeds de blogs de artistas que acompanho, behance, fotos. quando já cansei de tudo isso ou eu abro o photoshop ou pego papel e caneta/lápis/pincel/canetinha/lapiseira/oquetivernafrente e começo a rabiscar pra soltar o braço, sem muita pretensão de já sair com o trabalho finalizado. traço vai, traço vem, naturalmente daquele monte de rabisco sai alguma coisa e essa alguma coisa costuma ser meu projeto do que vai ser o prato final. ela tem mais ou menos essa cara:
quando termino esse desenho tento não me apegar muito à ele, porque sei que o resultado final pode sair bem diferente disso, já que eu tenho que repassar o desenho pro prato no olho... essa etapa é bem estressante e às vezes passo horas refazendo o desenho no prato com lápis dermatográfico (ou lápis normal, se a tinta que eu for usar não der cobertura total, como é o caso da próxima foto) até chegar no desenho que eu quero.


hora de pasar a limpo! escolho as cores e se vou usar caneta ou pincel. gosto muito mais do efeito do pincel, mas pra detalhes muito pequenos pode não ser a melhor opção!




agora é segurar o mal de parkinson e pintar tudo. :)


depois do desenho feito hora de fazer a assinatura. e voilá. o prato está feito. pelo prato ser decorativo não precisa mas eu levo o prato ao forno em 180º por 35º minutos do mesmo jeito, só pra fixar melhor a tinta. e depois tiro foto de tudo e coloco na loja. :)


e nasceu...

10.7.13

há anos eu queria ter um site onde eu pudesse vender coisas minhas: roupas (das quais ainda não sei fazer), tricos (em breve), ilustrações, quadros, pratos (já disponíveis). o primeiro passo foi dado e agora o blog também tem um perfil no tanlup onde hoje vocês podem comprar pratos decorativos lindos, mas em breve vou vender também outras dessas coisas.

muito vou falar da oh, sensation! aqui. desde os processos, até produtos, embalagens, inspirações... espero que não se importem. :)

novelos & guido

27.6.13
faz tanto tempo que não apareço no blog que nosso filho completou seu primeiro mês com a gente e eu nem passei aqui pra contar a novidade.


essa coisa linda aí (não o mastroianni...) é meu filho felino! ele tem 4 meses e já apronta um monte! quando ele chegou tinha carinha de gatinho bebê e mal conseguia subir na cama pra dormir com a gente (♥) e hoje ele já sobe em praticamente todos os móveis. imagina daqui a um mês, rs.

porque guido? um dos filmes mais blasé e cult e chatos da história, mas que eu adoro, é 8 1/2. conta a história de um cineasta passando por uma crise de identidade que envolve seu problema crônico com o sexo feminino. nisso ele tem que lidar com todas as mulheres que já passaram em sua vida desde a infância, inclusive sua mãe. esse cineasta é guido anselmi. ou mastroianni, um dos meus atores preferidos. e foi assim que escolhemos o nome guido (só espero que ele não tenha problemas comigo...). :P


agora, falemos do meu novo hobby. *empolgada*

comecei a fazer tricô há coisa de um mês também, e já estou super empolgada. minha sogra é uma tricoteira mor e tá me ensinando tudinho. daqui a pouco vou estar fazendo várias coisas fofas, viu amigos?!
enfim, agora desenvolvi um problema crônico que se chama compulsão-em-comprar-novelos-com-cores-incríveis-sendo-que-eu-nem-sei-o-que-fazer-com-eles-ainda. comprei vários novelos, nem tenho espaço pra ficar acumulando isso em casa, mas é mais forte do que eu. segue:



tô querendo fazer um post mostrando a primeiríssima coisa que eu concluí no tricô. aguardem! :)


dobro da metade

10.5.13


como resultado do penultimo post, há cerca de 1 mês fim um blog com o boy chamado dobro da metade pra falar de coisas que gostamos como livros, games, comidinhas gostosas, música, viagens, etc...
tem tido uma receptividade legal e já temos uma lista bem grandinha de postagens programadas, então vai lá e assina os feeds pra receber nossos posts no seu google reader leitor de feeds.

já que agora eu vou ter outro espaço pra falar de livros & filmes, coisa que fazia muito por aqui, achei que seria uma ótima oportunidade pra então fazer umas mudanças. ou seja: esse blog aqui vai passar por uma transformação nos próximos meses.

apesar da falta de tempo, tenho muitos projetos em mente (nosso blog era um deles) e há uma certa relutância do tempo para que não eles saiam do papel, mas eu sou brasileira e não desisto nunca, haha. em breve vou comprar uma máquina de costura e me aventurar mais ao mundo craft, que tem me chamado a atenção há algum tempo. não pretendo fazer DIY, mas apenas registrar em fotos o resultado dos meus trabalhos. também tenho vontade de fazer mais experimentações com ilustrações & pinturas, mas isso é algo pra mais pra frente.

por ora, continuarei falando de suculentas, do apartamento novo, de desenhos e/ou de coisas pessoais. :)

suculentas

1.5.13
já que por ora não podemos ter um cachorrinho, dei um jeito de arrumar outra coisa pra me distrair....

depois que me mudei, no começo desse ano, comecei a perceber um lado meu que eu não conhecia: uma apaixonada por plantinhas. gosto de casa com hortinha, plantinhas suspensas, vasos pela sala... porém, não tem espaço pra fazer um jardinzinho e nem temos uma varanda no nosso pequeno apartamento, então resolvi que meu primeiro passo no universo da botânica seria singelo: fui na feira (sim, brunna mancuso foi na feira, assunto para um outro post) e comprei duas suculentas fofas, mas elas vieram em um vasinho pobrinho, pobrinho... como já tinha separando uns potinhos fofos de geléia visando utilizá-los como vasinho mesmo, troquei as suculentas de casa e o resultado foi plantinhas fofas e fáceis de cuidar para apartamentos micro. :)


achei esses potinhos de geléia super fofos e resolvi guardar pra usar como futuros vasinhos 


aí fui na feira e comprei suculentas lindas por R$3 cada (achei um pouco caro, já tinha visto por aí por R$1,50, mas elas estavam realmente bem tratadas e bonitas)

coloquei as suculentas no potinho de geléia com um pouco de medo, porque a boca do pote é menor do que o vasinho onde elas estavam. machuquei um pouco a suculenta de trás e os potinhos precisam de mais terra, mas elas vão sobreviver. :)

pronto! minha casa já tem plantinhas. 


filmes do final de semana #1

15.4.13
eu e dayan sempre assistimos muitos filmes nos finais de semana, e a necessidade de comentar um pouco sobre eles é crescente.
bem, as pessoas têm blog pra isso, né? e já que eu tenho o meu (há quase de 10 anos) que está sempre no marasmo, resolvi fazer essa sessão semanal sem intenção alguma de regularidade ou rigorosidade de acontecimento, afinal de contas esse é um blog pessoal e meu objetivo não é fazer resenhas, apenas comentários e impressões sobre os filmes que gostei - ou não - de assistir.

quero fazer a mesma coisa para livros, porém mensalmente. afinal de contas, minha rotina de leitura tem frequência, porém não a velocidade que eu gostaria que tivesse, rs...

esse final de semana assistimos 4 filmes que já estavam na lista há algum tempo. tentamos caminhar entre o clássico, o atual, o reflexivo, etc. e acho que o resultado foi bem produtivo.


não assisti nenhum outro filme do diretor, mas gostei do tratamento estético deste. a fotografia é leve, contínua e criativa, mesmo tratando de um tema pesado e violento, além de trabalhar muito bem com a trilha sonora. andrew dominik conseguiu achar beleza no que todos consideram repugnante. impossível ignorar a crítica política feita durante todo o filme, de uma forma bem explícita – com um desfecho na última cena que quase passa do ponto do sutíl para o exagerado, mas para mim não ficou muito claro qual foi a ligação que dominik quis dar entre a trama e o momento político. bush ou obama, estamos todos fodidos do mesmo jeito? será? enfim, achei que o filme vale pela beleza. o fato de ser parado não me incomodou tanto, embora isso tenha me distanciado em alguns momentos. link do filmow.


_________________________________________



o que dizer sobre esse filme? foi pedido um relatório por uma professora e eu sinceramente não tenho nem por onde começar. acho que mulheres ficam ainda mais indignadas com esse filme, por vivermos preconceitos diários (em outras proporções, claro). o enredo: Irlanda da década de 60, 3 mulheres são jogadas em um convento/lavanderia por suas famílias e por diferentes motivos (estupro sofrido, beleza exaltada, filho sem casamento). obrigadas à trabalho quase escravo e tratamento quase militar com direito a abusos físicos e psicológicos feitos por freiras desumanas. é uma história verídica e apesar de distante da nossa realidade nos atenta ao fato de que muita coisa mudou, mas muito há para se mudar ainda. o assunto está em voga ultimamente por causa deste caso e deste caso. link do filmow.


_________________________________________



faz algum tempo que esse filme estava na lista. assisti sem saber que era uma história quase verídica (ou pelo menos o fato de ter existido alguém com os problemas físicos de john merrick). conta a história de um homem com o corpo todo deformado que é explorado no em um freak show por seu "dono" até o dia em que um médico o resgata com a finalidade de estudar seu caso. porém médicos e enfermeiras, logo após susto e horror, se deparam com uma alma nobre, coração bom e gentileza. logo john fica famoso na alta sociedade inglesa e vira amigo pessoal da princesa de gales e de uma atriz de teatro famosa. não há assunto clichê que caia no esquecimento se tratando de david lynch. link do filmow.



_________________________________________






difícil é definir a interpretação de robert downey jr.
qualquer coisa que envolva charlito me deixa com expectativas altíssimas e robert não me decepcionou. o filme, apesar de muito longo (e tinha como ser curto?!) conta a história do maior nome do cinema de todos os tempos (opinião pessoal detected). estou em uma fase de descobrimento de sua obra e o filme só fez crescer minha admiração por essa figura atemporal. foi pelo filme que fiquei sabendo que existe uma auto-biografia, que será devidamente lida e comentada aqui depois. link do filmow.






apenas para completar o post, deixou vocês com uma imagem que exemplifica bem como meu final de semana foi feliz. :)


música pra sentir.

3.4.13

eu não sei de onde eu tiro a maioria dos artistas que ouço. grande parte simplesmente cai no meu colo, assim, de graça. resultado de 12 horas diárias dedicadas à vida online, at least.
sempre fui dessas que se interessa por música e gosto de coisa nova (das vantagens de ter namorado músico). sou eclética sim e sou da turma que acha que quem se define, se limita.

pois bem, achei matt corby assim, nessas aventuras internéticas, e ele faz o gênero música-arte-poesia, sabe? música que eu não sei onde termina o ouvir e começa o sentir e que faz mudar o meu dia, meu humor. me faz sorrir.

não tenho muita credibilidade pra falar de música e nem é essa minha intenção  mas como um dos posts mais acessado do blog é sobre uma seleção de novas bandas que tinha achado na vastidão da internet, achei que vocês gostariam de saber o que ando escutando. :)




começo a achar que cabeludos tem mais credibilidade charme na área musical e eu me peguei achando isso charmoso (e que ele não me escute leia).
17.2.13
abertura da exposição mestres tipógrafos de gilberto tomé no centro cultural oswaldo de andrade, no bom retiro, este sábado.










woody;

10.2.13
e aos poucos a casa vai ficando com a nossa cara :)





o sentido de um fim;

6.2.13
acompanho blogs de literatura.
perco horas lendo, vendo vídeos, pesquisando sobre livros e engordando minha lista interminável de "vou ler" enquanto a outra lista, a "lendo", anda a passos lentos por conta de uma vida corrida.

entre esses blogs existe o batom de clarice da fofa, inteligente, leitora de poesia juliana gervason. é graças à esse blog que hoje posso dizer que finalmente ganhei um sorteio na minha vida: um livro que titio correios me trouxe em uns 3 dias, é novo, novo e tem uma das mais lindas capas que já vi na vida.

não conheço o autor e tão pouco o título (e adoro o mistério), mas com certeza essa leitura vai ser especial. :)





não adianta, eu posso prometer não comprar livros em 2013 e, mesmo assim, o destino dá um jeito de me agradar e curar um pouco da minha abstinência de cheiro de livro novo.

todo mundo espera tudo de um sábado à noite....

29.1.13
e o que pode ser mais feliz do que um fran's café dentro de uma nobel?!