6.

25.6.12
e depois de uma maratona de filmes, sopas, café, cobertas e muffins de chocolate no nosso aniversário de 6 anos de namoro, a realidade nos deu de presente um choque térmico: segunda-feira fria, nebulosa e pacata. e o que ficou foi a lembrança do final de semana maravilhoso. 


... e a certeza que existe ainda uma vida de finais de semana como esse só pra gente. :)

ainda no clima de introdução...

20.6.12
antes de qualquer coisa: esteja pronto pra mudar. sem essa consciência de que escolhas deverão ser feitas e nem sempre serão as que você gostaria que fossem, melhor nem começar. primeira coisa que deve ser esclarecida é: antes de tudo, mude sua forma de pensar e encarar as coisasisso estando claro, podemos continuar com a programação normal...






o feedback do post anterior foi mais que positivo, foi uma surpresa linda. :)
fiquei muito feliz e me deu uma mega força pra continuar a postar, mesmo ainda achando essa coisa de postar sobre emagrecimento super piegas. aliás, sempre quando vou me referir a esse assunto não sei como dar nome aos bois. não gosto de chamar de dieta nem de regime.. isso me faz lembrar algo sofrido, passageiro e que, salvo excessões, é um fracasso. reeducação alimentar também não, pois a reeducação vai (muito) além da alimentação. emagrecimento é super literal e, mesmo que formal, acho que é a melhor forma de tratar o monstro.

bem, descobri que tenho muito o que dizer sobre essa fase da minha vida. desde minhas escolhas, muitas auto-descobertas sobre alimentação, novo estilo de vida, etc... decidi que não sou a favor da dieta que eu carinhosamente entitulei de dieta da depressão (combo salada & frango grelhado)
eu quero evoluir para pratos bonitos e que não tenham cara de dieta e sim cara de saúde: saladas completas, pratos coloridos, grãos, folhas, legumes, vegetais, sopas (pratos lindos no final do post) e foi isso que eu quis dizer com o mundo vai muito além do feijão e arroz.

eu já falei que amo cozinhar e tenho dedicado boa parte das minhas noites em fazer pratos novos, comprar coisas novas, experimentar sempre. e se eu consigo, acreditem, todo mundo consegue. eu sou daquelas que quando criança minha mãe prometia mc donald's em troca de uma mordida, uma singela mordida, em uma fatia de melancia (que, by the way, sigo odiando) mas, acima de tudo, eu amo comer. amo mesmo, pratico esse esporte sempre que eu tenho oportunidade, haha.. e foi aí que eu me perdi, há alguns anos atrás. hoje eu prezo pela qualidade acima da quantidade. procuro comer pouco, mas comer bem, comer algo que me dá prazer.

outra coisa que sou mega contra e que segue o conceito salada xoxa e frango grelhado seco é radicalismo. não excluo nada da minha alimentação. quando eu falei sem doces no post anterior estava me referindo ao bolo de chocolate tripo com cobertura de marshmallow e cereja artificial logo depois do almoço. eu, em muitos momentos de desespero, nego um bombom ou alpino ou mordida no chocolate alheio, mas logo depois me arrependo porque acredito que não é isso que vai fazer eu me tornar uma pessoa super saudável e magra. eu não saberia viver sem doce. tento, claro, a maioria das vezes optar por alternativas saudáveis (iogurte for life, mas isso é assunto pra outro post), mas acho um crime recusar um bombom.

enfim, resumo da ópera: esses posts com a tag "60kg" vai ser muito mais de culinária saudável do que de regime e emagrecimento. acho que é uma abordagem diferente e algo que eu realmente vou ter prazer de fazer (e escrever, e comer... haha).
claro que vou fazer posts sobre minha rotina da corrida e meus pé na jaca homéricos de final do semana, mas quem não gosta de ver um prato lindo de comida gostosa? e melhor.. saudável. :)

e a pergunta que não quer calar... qual vai ser o prato do final de semana? :9



ilustrando minhas palavras:

1. Summer Side Recipe: Zesty Tortellini Salad  |  2. Whole Wheat Couscous with Cherries & Arugula  |  3. Wedge Salad with Blue Cheese  |  4. Chewy & Crispy: Oversized Potato Salad  |  5. Colorful Lentil Salad with Walnuts & Herbs  |  6. Peanut, Carrot and Cabbage Slaw  |  7. Salada outonal  |  8. Tomates assados  |  9. Couve-flor com passas e alcaparras

novo tópico..

18.6.12
todo mundo que me acompanha nas redes sociais sabe que estou, há 9 meses, fazendo dieta (reeducação alimentar, regime, whatever..) e cheguei em um momento único em minha vida (gabaritada) de regimes que eu, honestamente, não sei o que fazer: não consigo emagrecer mais. sei que a alimentação não é como antes e as aulas da faculdade tem mantido as corridas em segundo plano com uma frequência vergonhosa de 2x por semana, e é o seguinte: isso tem que mudar. 15 kgs a menos e 5kgs do meu objetivo não é o momento de desistir (não existe momento para desistir, na verdade), então estou testando novas formas de lidar com a situação e me manter motivada/focada. uma delas é atualizar o blog (não quis fazer um só pra isso) com coisas relacionadas à minha alimentação e meu dia-a-dia, até eu conseguir chegar nos 60kg, no final do ano.

sim, até final do ano. não tenho pressa, e na verdade isso tem sido um exercício muito bom de paciência e força de vontade. o meu plano é manter o novo peso (e rotina) pra sempre, e conseguindo isso em poucos meses só vai me dar a falsa ilusão de que 'é fácil, não tem problema engordar um pouquinho já que eu consigo emagrecer rápido' (até porque não é mesmo). mas percebi que meu comprometimento já não é o mesmo.. nem com prazos, nem com a alimentação e isso tem me deixado preguiçosa... 


não existe mágica. para o pessoal que vem me pedindo isso há algum tempo, vou falar de algumas coisas que me ajudaram a chegar nessa marca de -15kg e o que vou fazer para chegar nos 60kg. vamos agora aos tópicos:

• aqui eu mantenho algumas imagens que acho na internet e me inspiram... acho que quem está na mesma vibe pode manter um também, já que estímulo visual, principalmente para as mulheres, funciona 100%.
• sem doces. refrigerante nunca foi algo que eu consumia regularmente, então foi fácil. sempre alimentos leves, muitas frutas e barras de cereais entre as refeições, ah, você sabe...
• corrida (antes da faculdade tinha uma frequência de 5x por semana, e isso me ajudou muito. sei que é pedir muito levando em conta as aulas, mas tentarei voltar a correr pelo menos 3x)
• eu não janto.. (sim, me julguem) com a faculdade eu substitui a janta por lanche ou bolacha (tudo integral), café, suco.... nada, nunca, jamais: salgadinhos da cantina.
• fome? apela pro chá, maçã, bolachinha integral... e comer de 3 em 3 horas.

sem muitas novidades, né?! sempre fazer as opções mais saudáveis até quando vai sair da dieta.. pizza? a com menos queijo e sem borda de catupiry. lasanha? melhor uma receita light.. macarrão? sem molho 4 queijos, né?! e comer POUCO. aliás, acho que esse foi o maior triunfo pra mim.. não querer repetir refeições por entender meu corpo e saber quando estou satisfeita. sem pânico, daqui 3 horas vou poder comer algo de novo.

além disso, existe um universo além do arroz e feijão.. eu sei que cozinhar requer dedicação, tempo e dinheiro, mas faz parte da brincadeira.. reeducação alimentar é sair da zona de conforto e mudar aspectos da vida que antes não funcionavam. eu adoro cozinhar, adoro fazer coisas novas, então pra mim isso funciona muito bem. (vou adorar tirar fotos dos pratos pra colocar aqui) não tem como você falar que odeia salada se só come o combo alface-tomate-cebola. ainda mais se for todos os dias.

mais uma coisa que me ajudou: comprar um tênis novo, roupas de corrida e baixar músicas. adoro essa parte do ritual diário - demorou muito, mas hoje eu nem reclamo mais... - desde escolher roupa, vestir o tênis, correr e, enfim, tomar o banho libertador depois. every single day...

bem, mas eu comecei o texto dizendo que estou precisando de motivação, e escolhi tirar essa motivação de dentro de mim mesma, me lembrando sempre do porque comecei todo esse processo de transformação, e o blog vai me ajudar a manter esse foco, com todas as fotos que vou tirar pra colocar aqui, e os comentários que eu tenho certeza que vocês vão deixar pra mim. :)

bem, é isso. 6 meses, 5 kgs.
eu acho que é uma meta razoável.
ainda não decidi se resolvo abrir mão da minha dignidade de uma vez e colocar uma foto de antes e depois, mas enquanto eu não decido, fiquem com um mosaico do que foi meus últimos 9 meses e o que vai ser pro resto da minha vida inteira.

tudo é uma questão de equilíbrio.

volto com posts e fotos mais direcionados em breve. :)

apenas um...

4.6.12
seis meses de faculdade.
está para acabar o semestre, toda aquela tensão de semana de provas e depois: férias.
ainda não sei o que farei com minhs noites. agora é tão estranho ter esse tempo livre para fazer o que quiser (e que não seja procrastinar no facebook) que é capaz que eu me perca e acabe fazendo nada do que for previamente planejado. listas serão feitas, promessas não serão cumpridas, mas estarei lá, irredutível, tentando aproveitar meu tempo da melhor maneira possível.

... e tudo isso para dizer que, sim, semestre acabou, e posso dizer que eu tenho um, simplesmente um desenho que eu posso colocar aqui e dizer que fiquei orgulhosa do resultado.



ela está torta. ela está triste. mas ela está bonita.

PS: podem perceber que o desenho não foi finalizado. nem à mão, nem no computador. porque eu gosto assim e me deixa! haha