apenas detalhes,

28.12.12
meu deus, 2012 acabou me tirando o fôlego.
foi um ano maravilhoso e, nos 45 do segundo tempo, mais uma coisa aconteceu que virou minha vida de cabeça para baixo. aquele tipo de coisa que sempre acontece com os outros, nunca com você e que faz você parar para pensar como a vida é engraçada e como as coisas podem mudar totalmente num segundo.

a novidade só conto quando voltar de férias, mas isso será logo mais, na segunda semana de janeiro, quando eu estiver bem torrada do sol, com uma tattoo nova e com... bem... vamos deixar os detalhes pra depois. :)




itália em branco e preto

10.12.12
e quando voltamos de buenos aires decidimos revelar também um filme da nossa viagem pela itália, que estava encostado há bastante tempo na gaveta. ah, se eu soubesse que era tão bom assim ir revelando os filmes de pouco em pouco, pra ir saboreando cada detalhe da viagem mesmo com o passar dos meses.

fiquei bem feliz com o resultado da revelação, e acho que me dei bem com filmes preto & branco (amo o efeito granulado). duro é o preço salgado pra revelar o negativo, mas mesmo assim acho que vale a pena, é tão lindo.











já estamos separando filmes pra próxima viagem! :D

todas as fotos foram tiradas com a diana mini.

fragmentos

5.12.12

com mais de um ano de atraso, algumas impressões do meu mochilão de 2011 (que chamarei aqui no blog de fragmentos):



paris me chocou em um primeiro momento. cheguei às 23h, sozinha. peguei metrô e me lembro de achar tudo sujo, escuro e cheio de africanos falando um francês estranho.

meu hostel ficava no subúrbio e logo na primeira noite conheci uma brasileira que me contou que tinha se hospedado no mesmo hostel no ano anterior e pego pulgas. (como alguém passa por isso e volta a se hospedar no mesmo lugar não sei). o hostel era uma casa estreita de 7 andares, antiga e sem elevador. meu quarto era o último (claro!) e tinha uns 3 por 5m2 que eu ainda tinha que dividir com mais duas pessoas em uma triliche. se eu fosse ficar na última cama, a mais alta, morreria pela quantidade de vezes que iria bater minha cabeça no teto. enfim, não dava nem pra abrir minha mala e alguém transitar pelo quarto ao mesmo tempo. (low cost traveller, sabe como é...)

mas aí da janela do meu quarto tinha uma vista linda de um canal e uma torre eiffel brilhando no horizonte. lembrei que estava em paris e tudo ficou bem. :)


a tal da vista.

  
  


vá de chinelo

3.12.12
mesmo planejando ir desde o primeiro dia, enrolei até agora e 7 dias antes de acabar a bienal de arte de sp, lá fui eu passar minha tarde de domingo ensolarada com o nêgo e levar minha olympus e-pl1 para seu primeiro passeio oficial.

quem ainda não foi, corre!
















a câmera é muito boa e superou minhas espectativas, mesmo com a lente do kit (14-42mm). já planejo comprar um adaptador pra usar nossas lentes nikon nela, e comprar lentes alternativas pra brincar.

como ganhar 1kg em buenos aires

2.12.12
que buenos aires é plana, linda, arborizada, ensolarada (pelo menos na semana de novembro em que estivemos lá) todo mundo já sabe. que se come muito bem, também. e mesmo tendo ouvido coisas do tipo de todos quando contávamos que iríamos para BsAs, eu me surpreendi. e comi. como comi.

nós, preocupados com o shape roliço de nossos corpinhos resolvemos arrumar um jeito de não engordar 20kg durante a viagem, e decidimos que qualquer coisa que estivesse dentro da categoria "gordice" iríamos pegar apenas uma porção e dividir. e foi assim com doces, waffles, doces de leite, muffins, brownies... além de, sempre que possível, optar por caminhar entre os pontos turísticos que visitamos.
não procurei ficar me controlando demais e curti cada dia com muita determinação, e isso fez com que eu tomasse helado durante uns 3 dias seguidos, vê se pode... e mesmo assim, não engordei (muito) e já meio que voltei pro meu peso.

agora, as fotos.

tão com fome? sugiro passar pro próximo post, porque as cenas que seguem são fortes e apenas estômagos devidamente forrados serão capazes de aguentar o impacto.



(os nomes dos restaurantes você consegue descansando o mouse em cima de cada foto)

bonjour paris me pegou de surpresa: lá eles comem muito mais jamon crudo (pra mim vai ser prosciutto forever) do que nós e todos os restaurantes tem, pelo menos, um ou dois pratos com essa opção de carne. comi como doida e só não comprei pra comer na casa da minha amiga onde ficamos porque me deparei com preços absurdos (como os nossos) nos supermercados.

muma's cupcakes se você não aguenta mais comer, mas é teimoso e mesmo assim quer continuar comendo, o que faz? pede o mini!!!!

romario pizza empanadas!!! (que pra mim sempre vão ser empadas, não importa quantas vezes as pessoas me corrijam!!!) experimentamos alguns sabores em vários locais and the oscar goes to: rockford!

tips bakery & more que saudade das papas fritas!!!!

starbucks scon de 4 quesos: nosso achado porteño! é como um pão de queijo gigante com massa parecida com bolo. é estranho falando assim, mas se você for pra buenos aires e não comer... bem, perdeu! provamos de alguns lugares e o do starbucks foi o maior e melhor (achamos até queijo derretendo dentro! muito amor ❤)


não lembro :( claro, não podia faltar o famoso bife de chorizo. como não somos muito ligados em carne sempre adiávamos o dia de comer esse "prato típico"... e devo confessar, pra gente ficou mais pra uma picanha. mas como picanha e fritas poderia ficar ruim, né?! impossível.

origen abusamos da salada todos os dias. na lista de restaurantes que levamos anotada do brasil tinha muitos lugares que era estilo café/restaurante/restô e todos eles tinham um cardápido de saladas considerável (principalmente comparando com o brasil).

waffles surnem tem o que comentar aqui, né!?

café do MALBA

freddo da galerias pacifico se alguém me perguntasse se eu ia tomar muito sorvete pra matar a saudade do meu gelato italiano (❤) eu daria risada. como pode alguém falar que existe um sorvete decente fora da itália. mordi minha lingua e tomei helado over and over again durante a semana que fiquei lá! o melhor pra mim foi o de chocolate amargo - amor eterno - e doce de leite com brownie.

mark's deli and coffee house

dale, chicos!

22.11.12


porque ninguém falou antes pra eu largar tudo o que estivesse fazendo e ir para buenos aires?
ah, tudo bem, já tinham me falado que era legal, mas acho que "legal" não faz real justiça à cidade.

pra começar: um lugar onde amam animais, sorvete italiano, corrida (todo mundo lá pratica algum esporte e na avenida el libertador, onde ficamos - recoleta - tem mais gente correndo do que passeando), vida norturna, dançar (oi, tango!), doce de leite, um starbucks a cada esquina, não pode ser um lugar ruim!!!





a cidade não é muito forte para moda, mas quem liga para roupa bonita quando se tem comida maravilhosa por todos os lados pra entreter?! cafés, restaurantes, lanchonetes por todos os cantos! particularmente, amei o fato deles considerarem salada como prato principal (tão europeu) e tratar essa refeição com devido respeito, sempre com os melhores ingredientes, tudo fresco e saboroso. passei a amar limonada com gengibre, mas eles precisam melhorar muito o trato com o café, normalmente fraco.

uma descoberta muito interessante da cidade: scon de 4 quesos. é um pão de queijo maior, mais saboroso, mais cheio de queijo, mais cheio de amor. comemos todos os dias, sempre no starbucks, onde tinha o melhor scon da cidade, tomando café/chá gelado perfeito pro calor que pegamos.



e não choveu nenhum dia. melhor, a temperatura estava perfeita pra quem passou dias caminhando pra cima e pra baixo! nem muito frio, nem muito calor. é primavera, então a cidade estava cheia de flores e sol com céu aberto! perfeito.






é uma cidade pra se voltar todo ano.

primavera

29.10.12
adoro picnics. mesmo.

uma das memórias mais marcantes que tenho da viagem do ano passado foi em roma, quando eu e Dayan almoçamos na beira do rio tibre, com a calçada toda folhada, só nós dois, um dia lindo de sol, nem quente, nem frio. foi uma coisa linda de deus. desde então, decidimos que essa seria a nossa "marca" em nossas viagens, e já estamos planejando o lugar perfeito pra próxima oportunidade. :)

nunca tinha feito um picnic em são paulo e não há lugar mais clichê que o parque do ibirapuera, não há estação mais clichê que a primavera, e descobrimos o porque: tudo florido, ensolarado e lindo.
então fizemos uns sandubas e petiscos, colocando umas cervejas pra gelar e marchamos em direção ao maior parque de SP, mesmo com previsão de chuva.

e choveu, claro! como choveu! mas estava tão quente que foi até bom. encontramos um lugar coberto e continuamos bebendo, comendo e tirando fotos com a holga.  :)




 


vamos voltar para fazer uma visita no planetário. :)